Considerando as proposições sobre a relação entre trauma e criança e a forma como esta encara o problema, o atendimento psicossocial é de fundamental importância, porém foi identificada a necessidade de recondução da criança/adolescente ao seu meio, e sem dúvida, a música é uma ferramenta fundamental a ser utilizada durante ou pós-tratamento na medida em que suas reações e efeitos muito contribuem para a recuperação.

Espaço de Talentos

Neste contexto, atividades artísticas podem ser inseridas para auxiliar no enfrentamento do problema, servindo de anteparo à ansiedade, desconforto e angústia vividos pelas vítimas, influenciando diretamente no comportamento e tratamento empregado, bem como do relacionamento da criança/adolescente com seu meio.

Assim, julgando ser possível reduzir sofrimentos, este projeto objetiva fazer uso de estratégias positivas, empregando o lúdico como recurso terapêutico, buscando promover caminhos de alegria, equilíbrio e sustentabilidade das famílias de classes sociais menos favorecida com crianças e adolescentes em tratamento estabelecendo um canal de alívio, ao mesmo tempo em que auxilia no processo de cura.

No caso específico deste projeto, o Instituto Chamaeleon firmou parceria com a Cidart – Cidadania e Arte, através do Professor e Maestro Webster Lima que lida com o ensino da música a crianças e adolescentes há 30 anos, para ensinar música através dos seguintes instrumentos: Violão, Piano, Técnica vocal e formação de coro infantil as crianças e adolescentes vítimas de violência sexual como forma de apoio e extensão ao tratamento, descobrir talentos, incentivar a prática das artes e inclusão cultural contribuindo para minimizar o sofrimento e a melhoria na qualidade de vida.

Precisamos de parceiros que colaborem com: Aluguel de um espaço para a realização das atividades e cursos; lanche para as crianças e acompanhantes e todo o material necessário para a realização das atividades, bem como vale-transporte para os responsáveis pelos cursos de qualificação.

Para participar ou obter maiores informações, favor entrar em contato pelo e-mail: chamaeleon@chamaeleon.org.br ou pelo telefone: 3234-2768 (falar com a Sra. Beatriz Schwab).